Tudo sobre o Dianabol

Neste artigo vamos informar sobre o esteroide Dianabol ou Metandrostenolona. Quais seus efeitos colaterais, como funciona o seu ciclo com outras drogas e a sua função para construção do shape.

O que é o Dianabol?

Também conhecido como Metandrostenolona ou Dbol, esse esteroide anabolizante foi desenvolvido por John Ziegler e chegou em 1956 aos Estados Unidos e rapidamente se tornou bastante utilizado por fisioculturistas para ter maior crescimento muscular. Isto provavelmente se deve ao fato de que ele é fácil de usar e extremamente eficaz.

O Dianabol é um dos esteroides orais de maior popularidade, mas também pode ser encontrada na forma injetável, sendo um obstáculo para quem não se sente à vontade com agulhas. 

O Dianabol (Metandrostenolona) foi arquitetado para que as propriedades androgênicas (masculinizantes) do hormônio fossem reduzidas e suas propriedades anabolizantes (construção de tecidos) fossem preservadas.

Com um nível mais baixo de androgenicidade relativa do que a testosterona, a Metandrostenolona é classificada como um esteroide “anabólico”, embora ainda exista um lado androgênico bastante presente.

As diferenças estruturais entre as moléculas de testosterona e de Metandrostenolona fazem com que a Metandrostenolona seja mais facilmente administrada e possa entrar no fígado e passar pelo corpo sem ser destruída por este órgão.

Para que serve o Dianabol ?

O Dianabol é usado como um esteroide de volume que produz principalmente um aparência de músculos inchados.

Um ponto negativo dessa droga é o fato de causar muita retenção hídrica, o que prejudica aqueles que desejam músculos mais definidos. Já para aqueles que desejam apenas “aumentar de tamanho” o acúmulo de líquidos pode ser um ponto positivo. 

O fármaco é adicionado como um pontapé inicial para começar a criar volume nos ciclos de esteroides (quando uma pessoa toma diversos anabolizantes de uma vez para potencializar os efeitos) durante as primeiras 6 semanas. Isso é feito para permitir que os esteroides injetáveis produzam resultados, enquanto o Dianabol fornece ganhos rápidos como força, tamanho, massa e confiança.

Para resistir a administração oral, este composto é alfa-alquilado no carbono 17. Esta alteração estrutural protege o suplemento de ser desativada pelo fígado (permitindo que quase toda a droga entre na corrente sanguínea), mas também pode ser tóxico para este órgão.

Essas características permitem que o Dianabol (Metandrostenolona) seja um esteroide anabólico muito poderoso. Seu principal modo de comportamento envolve a interação com o receptor celular de andrógenos.

É comumente usado juntamente com a Deca durabolin, testosterona ou Trembolona. Embora seja usado como um pontapé inicial para alguns fisiculturistas, isso não significa que outros também não o utilizem em um ciclo autônomo.

Como tomar o Stanozolol?

O Dbol é disponível para uso oral em comprimidos ou cápsulas e em líquidos, além da forma injetável. 

Ela é, principalmente, usada em ciclos não apenas para hipertrofia como também para aumento da força e explosão muscular.

No passado, pensava-se que o dianabol só podia ser detectado na urina até 3 a 4 dias após o uso, mas novos métodos de teste tem mostrado que ele pode ser detectado no organismo até 20 dias após o consumo. A meia-vida, ou seja, o tempo que a droga permanece no organismo, é de cerca de 4 a 6 horas. Por isso, são recomendadas até 3 doses diárias.

As diretrizes de prescrição originais para o dianabol exigiam uma dosagem diária de 5 mg. Isso deveria ser administrado de forma intermitente, com o medicamento tomado por mais de 6 semanas consecutivas. Posteriormente, uma pausa de 2 a 4 semanas foi recomendada antes que a terapia fosse retomada.

Como funcionam os ciclos de Dianabol?

Os primeiros atletas a utilizar esse anabolizante foram os russos durante as olimpíadas na década de 50. Os resultados foram tão bons que logo o Dianabol passou a fazer parte da vida dos praticantes de musculação.

Logo quando essa droga chegou a mercado, a dosagem era cerca de 5 a 10 mg por dia. Na década de 70, os bodybuilders utilizavam essa substância numa dosagem 5 a 6 vezes mais elevada.

Para fins de desenvolvimento físico ou de desempenho, o fármaco também é usado intermitentemente, com ciclos geralmente durando entre 6 e 8 semanas de duração, seguido de 6 a 8 semanas de “folga”.

Embora uma dose baixa de 5 mg por dia possa ser efetiva para melhorar o desempenho, os atletas normalmente tomam quantidades muito maiores. Uma dosagem diária de 3 a 6 comprimidos de 5 mg (15 a 30 mg por dia) é mais comum, e normalmente produz resultados muito mais acentuados.

Alguns se arriscam ainda mais na dosagem, mas esta prática geralmente leva a uma incidência mais profunda de efeitos colaterais.

Efeitos colaterais do Dianabol

A Dianabol é bastante prejudicial para o fígado, sendo extremamente tóxico em altas doses para esse órgão tão importante. A Dianabol chegar ser mais prejudicial que outros esteroides orais 17 alpha-alquelados como Oxandrolona e Stanozolol, drogas já conhecidas por serem hepatotóxicas e que não devem ser utilizadas juntas com a Dianabol.

A Dianabol pode causar dois problemas muito visíveis: a ginecomastia, que se caracteriza pelo crescimento das mamas além do tamanho normal; o outro problema é quanto ao aparecimento da acne, principalmente para quem sofre ou já sofreu com elas. 

Para tomar a droga com alguma segurança é preciso utilizá-la em conjunto com algum tipo de protetor hepático.

E para reduzir os efeitos da ginecomastia, a recomendação é consumir citrato de tamoxifeno em conjunto. Por conta da retenção hídrica, a Dianabol pode aumentar, significativamente, a pressão arterial.

Assim, ela é contra indicada para pessoas portadoras da Hipertensão Arterial ou quem tenha propensão a tê-la e também para indivíduos que apresentem problemas hepáticos.

Caso seja ingerida numa dosagem com mais de 80 mg/dia, causa queda nas taxas de testosterona, FSH, GH, LH em média de 40% ou mais. A consequência disso é a queda do desejo sexual.

Outros efeitos ainda podem surgir, mas que não são comuns:

  • queda de cabelo;
  • aumento do colesterol;
  • maior acúmulo de gordura localizada.

 

Os melhores produtos Landerlan você encontrar aqui

Fechar Menu