Tabela de meia vida dos anabolizantes

Antes de mais nada, é de fundamental importância que conheça a tabela de meia vida dos anabolizantes utilizado no seu protocolo de uso.

Da mesma forma, recomendo se ainda não viu o post sobre meia vida dos anabolizantes, leia. O link se encontra no texto abaixo. O conhecimento é importante para a compreensão do seu ciclo.

LINK – Entenda sobre a meia vida dos anabolizantes

Se você leu o conteúdo de sobre a meia vida, percebeu que a formula utilizada pelo Bill Roberts está totalmente ultrapassada. Confira a tabela abaixo os anabolizantes mais utilizados, segundo o National Institute on Drug Abuse

Tabela de meia vida dos anabolizantes injetáveis:

 – Atenção: Os resultados são uma forma aproximada

Decanoato de nandrolona 15 dias
Undecilenato de boldenone 16 dias
Mentelona 10.5 dias
Durateston 15 dias a 18 dias
Enantato 10.5 dias
Proprionato 4.5 dias
Testosterona aquosa 1 dias
Stanozolol 15 dias

(1) O Durateston é um composto dos seguintes ésteres com suas respectivas meias vidas aproximadas:

Decanoato 15 dias
Fenilpropionato 4.5 dias
Isocaproato 9 dias
Propionato 4.5 dias

(1) O Stanozolol possui uma meia vida atípica comparada a outros EAS injetáveis, pois seus cristais dissolvem lentamente, mas, tão logo tenham dissolvido, a concentração do EAS declina rapidamente.

Tabela de meia vida dos anabolizantes orais:

 – Atenção: Os resultados são uma forma aproximada

Oximetolona 8 a 9 Horas
Oxandrolona 9 Horas
Metandrostenolona 4.5 a 6 Horas
Stanozolol 9 Horas

Veja a meia vida (aproximada) de alguns EAS:

Cloridrato de clembuterol 1.5 dias
Citrato de clomifeno 5 dias
Aminoglutademia 6 horas
Efedrina 6 horas
T3 10 horas

Os melhores produtos Landerlan você encontrar aqui

Fechar Menu